Doria prorroga quarentena por mais 15 dias em todo o estado

0
doria quarentena coronavírus
Foto: reprodução

O governador João Doria (PSDB) anunciou em entrevista coletiva, nesta segunda-feira (6), a prorrogação da quarentena contra o novo coronavírus (covid-19) por mais 15 dias em todo o estado.

“A prorrogação da quarentena será feita em São Paulo, de 8 a 22 de abril em todo o estado de São Paulo. Nenhuma aglomeração será admitida e as guardas municipais ou metropolitanas deverão agir caso haja o descumprimento pela proteção das vidas”, destacou Doria.

A partir do novo decreto, o comércio e todos os serviços não essenciais deverão continuar fechados em todo o estado até o dia 22 de abril. No entanto, o governo pretende flexibilizar o funcionamento de atividades que não gerem aglomerações. “O governo do estado de São Paulo vai continuar seguindo com base na ciência. Depois de salvar vidas, vamos salvar a economia”, destacou Doria.

Publicidade

A decisão de estender o período inicial de confinamento, em vigor a partir do dia 24 de março está amparada na projeção do aumento do número de casos e mortes confirmadas em decorrência da doença nas próximas semanas. “Destaco que há consenso entre as autoridades médicas para o isolamento como forma de salvar vidas não somente da organização brasileira, são também da Organização Mundial da Saúde”, disse Doria.

O estado de São Paulo registrou, até este domingo (5), 275 mortes de pessoas infectadas pelo novo coronavírus e o número de casos confirmados chegou a 4.620.

“Não fazemos achismos”, diz Doria

O governador de São Paulo voltou a criticar o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro, que defende a volta das atividades e insiste em minimizar a doença como uma “gripezinha”. “Defendem o isolamento o ministro da Saúde, Mandetta; o ministro da Justiça, Sérgio Moro; o ministro da Fazenda, Paulo Guedes, o vice-presidente, Hamilton Mourão, além de médicos e cientistas. Será que todos eles estão errados? Será que a ciência mundial está errada? Será que ministros e secretários da saúde estão errados? Será que um único presidente da república no mundo é o certo: é quem defende o poder, a capacidade, a ciência do conhecimento para discordar do mundo?”.

Doria questionou também aos que são contra ao isolamento social como uma medida de conter a disseminação do vírus. “Aqueles que incentivam a vida normal e que pressionam para que possamos agir contra os nossos princípios e contra os princípios da medicina eu pergunto: vocês estão preparados para assinar os atestados de óbitos dos brasileiros? Estão preparados para carregar os caixões de óbitos? Vocês que minimizam o coronavírus vão enterrar as vitimas?”.

Comentários