Funcionário da Câmara é executado em Itapevi após voltar da lua de...

Funcionário da Câmara é executado em Itapevi após voltar da lua de mel

0
Compartilhar
Reprodução/Record TV

O motorista e assessor parlamentar na Câmara de Itapevi Reinaldo Monteiro de Lima, de 42 anos, foi assassinado a tiros em uma emboscada em Itapevi no fim de semana após ser chamado para fazer um “bico” como transportador.

Ao chegar ao local combinado com o suposto cliente para o “carreto”, em uma área rural e isolada da cidade, ele foi executado com seis tiros.

O crime aconteceu poucos dias depois de Reinaldo voltar da lua de mel com a esposa, Eliane Lima, no Rio Grande do Norte. Eles haviam se casado há apenas 15 dias, após oito anos de relação. “A única coisa que eu quero é justiça. Tiraram ele da nossa casa para matar ele”, declarou ela.

Publicidade

Segundo a mãe, Reinaldo dizia nos últimos dias que estava sendo perseguido. “Ele falava assim que teve carro seguindo ele, que teve carro que seguiu ele”, afirmou, à reportagem do “Cidade Alerta”, da Record TV (assista abaixo).

Para ela, “houve uma execução, coisas políticas. Foi problema com políticos”. Ainda de acordo com a mãe de Reinaldo, “ele fazia comentários de que as pessoas sentiam inveja, achavam que ele estava passando por cima de alguém… Tudo isso”.

Publicidade

Ele deixa dois filhos biológicos do primeiro casamento. A polícia investiga o caso.

Compartilhar

Comentários