Operação em Barueri e região investiga fraudes na compra de testes de covid-19 pelo DF

0
teste-rapido-coronavírus barueri
Foto: Leonardo Sousa

Na manhã desta quinta-feira (2), a Polícia Civil e o Ministério Público cumprem mandados de busca e apreensão em cidades como Barueri, Itapevi, Cotia, Santana de Parnaíba e na capital. Os alvos são endereços de empresas e pessoas que suspeitas de envolvimento em fraudes na compra de testes rápidos de covid-19 pelo governo do Distrito Federal. A ação é um desdobramento da Operação Falso Negativo.

publicidade

As investigações indicam suspeitas de superfaturamentos nas compras e baixa qualidade dos testes, que podem mostrar resultados de falso negativo. Servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal teriam fraudado licitações para comprar testes rápidos, de qualidade inferior, com preços superfaturados. O prejuízo aos cofres públicos do Distro Federal é estimado em R$ 30 milhões.

São 74 mandados de busca e apreensão em mais de 20 cidades. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), 60 policiais e 27 viaturas do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) participam da operação nesta quinta.

publicidade

Comentários

publicidade