Prefeitura de Osasco planeja investir R$ 2,8 bilhões na Saúde entre 2018 e 2021

0
Em visitas surpresa, prefeito garantiu aos usuários mais médicos e especialidades como pediatria e ortopedia no segundo semestre para as UPAs (Foto: Secom)
O prefeito Rogério Lins durante visita para monitorar qualidade do atendimento em unidades de saúde da cidade (Foto: Secom)

No Plano Plurianual (PPA) 2018-2021, apresentado nesta terça-feira, 8, pelo prefeito Rogério Lins (Podemos) à Câmara Municipal, a Prefeitura de Osasco calcula investir em torno de R$ 2,8 bilhões em Saúde nos quatro anos do PPA.

LEIA TAMBÉM:
Osasco traça estratégias para que Saúde deixe de ser apontada como principal problema

“Os dois objetivos estratégicos [na área da Saúde] são: fortalecer a atenção básica como ordenadora do sistema, priorizando as populações vulneráveis, e melhorar a gestão do trabalho e valorização dos servidores”, destaca a administração municipal no documento.

Publicidade

De acordo com o PPA entregue pelo prefeito Rogério Lins aos vereadores, a previsão é de que o município aplique R$ 660,9 milhões na Saúde em 2018; R$ 692,3 em 2019; R$ 717,2 milhões em 2020; e R$ 782 milhões em 2021.

A Prefeitura diz ainda no PPA que a questão da valorização dos servidores “tem grande destaque orçamentário, na medida que, em 2018, ele já responde por mais da metade do orçamento destinado a este eixo. E, ao longo dos anos, essa participação cresce, ao ponto de chegar a 2/3 dos recursos totais em 2021”.

A administração também destaca a ampliação da gestão compartilhada de unidades de saúde do município. “A proposta é aperfeiçoar a gestão compartilhada do Hospital Municipal Antônio Giglio e expandir essa forma de atuação conjunta para as Unidades de Pronto Atendimento e parte dos pronto-socorros do município”.

Comentários