PT quer indicar nome para presidência da Câmara

0
Eleição para a escolha da nova Mesa Diretora da Casa de Leis de Osasco deve ocorrer em 15 de dezembro Fotos/Eduardo Metroviche

Eleição para a escolha da nova Mesa Diretora da Casa de Leis de Osasco deve ocorrer em 15 de dezembro Fotos/Eduardo Metroviche
Eleição para a escolha da nova Mesa Diretora da Casa de Leis de Osasco deve ocorrer em 15 de dezembro Fotos/Eduardo Metroviche

publicidade

A eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Osasco está marcada para dia 15 e a base aliada do governo se articula para buscar um nome de consenso. O PT se mobiliza para colocar na presidência da Casa um nome do partido. Isso porque, com a eleição do atual vice-prefeito Valmir Prascidelli a deputado federal, quem presidir o Legislativo no próximo biênio será, na prática, vice-prefeito da cidade.

Secretário pode voltar ao Legislativo

A opinião do prefeito Jorge Lapas (PT) pode ser decisiva na eleição da Mesa e um dos nomes cotados por ele é o do secretário de Transportes e Mobilidade Urbana João Góis, que é vereador licenciado e poderia retornar à Câmara para disputar o cargo de presidente. Os vereadores petistas Valdir Roque e Mazé Favarão também podem ser escolhidos. “Defendo que o presidente da Mesa seja do PT. Seria a melhor estratégia para [a eleição de] 2016”, diz Valdir Roque, que atualmente é vice-presidente do Legislativo. Ele diz que tem conversado com o prefeito e teria o nome bem aceito na Câmara.

publicidade

O secretário João Góis adota um discurso cauteloso e garante que não vai entrar numa disputa com seus companheiros de partido. “Tenho escutado muita coisa, mas temos um grupo político liderado pelo Lapas e estamos conversando”, afirma. Segundo ele, o apoio do governo a um nome do PT para a presidência é uma reivindicação da militância.

Além dos petistas, outros nomes que compõem a base aliada do governo Lapas podem conseguir o apoio. É comentada a possibilidade da candidatura do vereador Jair Assaf, que em outubro do ano passado deixou o PSDB e ingressou no PROS, passando de oposicionista a aliado do prefeito. Assaf já foi vice-prefeito na gestão Celso Giglio (PSDB), quando também ocupou a Secretaria de Habitação.

Paulo Rogiério (PV) dá lugar a Julio César Portela (PP) na presidência / Foto: Bruno Netto
Paulo Rogiério (PV) dá lugar a Julio César Portela (PP) na presidência / Foto: Bruno Netto

publicidade

Portela será novo presidente em Itapevi

Os vereadores de Itapevi elegeram no último dia 2 a Mesa Diretora para o biênio 2015/2016. O presidente será o vereador Julio César Portela (PP) e o vice Anderson Cavanha, o Bruxão do Táxi (PR). “Nós vamos buscar dar continuidade ao brilhante trabalho que vem sendo feito nesta Casa”, disse Portela.

A nova Mesa Diretora foi eleita pela unanimidade dos vereadores presentes, ou seja, com 16 votos. Apenas Claudio Dutra Barros (PT) não registrou presença na hora da votação, mas justificou que o seu posicionamento foi uma questão pessoal apenas por discordar da mudança no processo eleitoral: “Apesar da divergência política, quero dizer que respeito muito o vereador Julio Portela e os demais componentes da Mesa”, afirmou.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVotação no Congresso é prenúncio de tempos difíceis
Próximo artigoFrases