Renata Abreu visita nova sede do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região

0
renata abreu visita sede sinhores osasco
Edson Pinto, presidente do SinhoRes Osasco – Alphaville e Região, e a deputada federal Renata Abreu / Foto: divulgação

Nesta segunda-feira (18), o presidente do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região (Sindicato Empresarial de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares), Edson Pinto, recebeu a deputada federal Renata Abreu (PODE-SP), quando apresentou a nova sede do sindicato e debateu sobre demandas do setor de turismo, hospedagem e alimentação.

publicidade

Atualmente, o SinHoRes, que representa 20 mil empresas que geram 50 mil empregos na região, trabalha pela recuperação do setor de Hospedagem e Alimentação, que foi um dos mais afetados pela pandemia. “Fechamos por meses, abrimos com restrições de horário e ocupação e, agora, com o andamento da vacinação contra a covid-19, precisamos trabalhar por uma rápida e efetiva recuperação. No entanto, ainda lidamos com o medo da população em voltar ao “novo normal” e os empresários que continuaram com as portas abertas, precisam quitar seus empréstimos”, afirmou Edson.

renata abreu sinhores osasco
Foto: Divulgação

O presidente do sindicato empresarial colocou em pauta também as indevidas cobranças do ECAD nos quartos de meios de hospedagem e o trabalho do SinHoRes pelo fim das mesmas. O sindicato empresarial defende que a cobrança pelo ECAD seja apenas nas áreas comuns, e não nos apartamentos, considerados extensões da residência dos hóspedes. “É preciso alterar a Lei de Direitos Autorais de forma a adequá-la à Lei Geral do Turismo, que assegura que os quartos dos meios de hospedagem são ambientes de uso privativo e exclusivo dos hóspedes, equiparando-se às suas residências”, afirmou Edson. A deputada Renata Abreu é relatora do Projeto de Lei 3.968/1997, que visa isentar o pagamento de direitos autorais em hotéis e demais locais.

publicidade

As medidas sobre o trabalho de gestantes na pandemia também foram colocadas em pauta. “No nosso setor, grande parte das trabalhadoras atuam como garçonetes, camareiras, recepcionistas, ou seja, cargos que não permitem o trabalho home office. Nestes casos, o salário dessas empregadas deve ser subsidiado pelo governo. É necessário proteger essas gestantes, mas, principalmente na situação em que vivemos, não é cabível que as empresas arquem com salário e vale-alimentação”, afirmou Edson.

Por sua vez, a deputada Renata Abreu, relatora do PL 5.638/20, que criou o Perse – Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos, falou sobre a importância do setor de Turismo para o Brasil, o maior em potencial econômico; e pediu a ajuda do sindicato empresarial para levar as pautas da categoria econômica para o Congresso. “Potencializar o turismo e a alimentação é priorizar a economia”, afirmou.

publicidade
Renata abreu sinhores osasco
Foto: Divulgação

Na oportunidade, a deputada fez o descerramento das placas do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região, oficializando a inauguração da nova sede do sindicato, localizada no Complexo Empresarial Osasco – CEO.

Estiverem presentes Gelso Lima, secretário de Emprego, Trabalho e Renda de Osasco; Sérgio Di Nizo, secretário de governo de Osasco; Gerson Pessoa, secretário de Desenvolvimento e Inovação; Elsa Oliveira, vereadora de Osasco; Cristina Soares, diretora de Relações Institucionais do Urban by UNU Hotels & Resorts (hotel que substitui o Hotel Ramada no Complexo Empresarial); e o deputado estadual Bruno Ganem foi representado por seus assessores. Representando o SinHoRes, participaram também o vice-presidente Paulo César Andrade; os diretores Benê Ferreira e Jacques Dimas; a gerente executiva Alice Fernandes; e a auxiliar administrativo, Mayara do Santos.

Comentários