Rogério Lins vai anunciar plano de reabertura do comércio em Osasco nesta quarta-feira (10)

0
rogerio lins quarentena osasco 2
Prefeito anunciou que vai flexibilizar quarentena em vídeo na noite desta terça / Foto: reprodução

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (PODE), declarou, na noite desta terça-feira (9), que vai apresentar um plano de reabertura gradual do comércio considerado não essencial no município na tarde desta quarta (10). “A gente vai anunciar amanhã, às 15h, um formato, um modelo para a nossa cidade, seguro, responsável, gradativo, de flexibilização de algumas atividades”, declarou o prefeito, em transmissão de vídeo ao vivo nas redes sociais (assista abaixo).

Rogério Lins afirmou que o plano de flexibilização da quarentena causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) vai detalhar “de que maneira, com que prazo, cada uma das modalidades vai acontecer. Tanto o comércio, quanto os escritórios, quanto a questão dos shoppings centers, os profissionais da beleza, da atividade física, questão educacional, questão religiosa”.

O prefeito defende que a cidade atende aos critérios técnicos estabelecidos pelo governo do estado para o início da retomada da atividade comercial. A expectativa é que o governador João Doria (PSDB) anuncie a inclusão de Osasco e outros municípios da região na segunda fase, a “laranja”, da reabertura do comércio em coletiva de imprensa na tarde desta quarta.

Publicidade

“A gente tem hoje uma ocupação de leitos de UTI menor do que 80%, que é o recomendado pelo governo do estado. A gente tem um número significativo de respiradores livres. A curva [de contaminação pela covid-19] está em desaceleração e nos dois critérios técnicos. Esses indicadores nos dão segurança técnica, não é uma decisão política, para darmos novos passos”, declarou Rogério Lins.

osasco covid
Reprodução

O prefeito emendou: “E o que são esses novos passos? O que quer dizer uma flexibilização das atividades comerciais? Quer dizer que quando avançar na questão de flexibilizar o comércio acabou a quarentena? Muito pelo contrário. A flexibilização do comércio impõe regras, critérios, exigências e nós teremos, sim, que manter a cidade em quarentena”.

Rogério Lins declarou ainda: “Quem tem que ficar em casa, quem é do grupo de risco, quem pode ficar em casa, continue em casa. Quem pode trabalhar, quem precisa trabalhar, dentro das regras e critérios, nós vamos organizar de maneira muito responsável e segura essa flexibilização. A gente tem como continuar sempre priorizando a vida e também cuidar da questão econômica, do emprego, da renda das pessoas”.

No entanto, ele ressaltou que comerciantes e clientes deverão seguir as regras estabelecidas para evitar a disseminação da covid-19. “A gente depende muito da participação de todos. Tanto o comerciante, que tem que atender às regras, as exigências, usar máscara, ter álcool em gel, número limitado de clientes; e o cliente, que tem que ter muita responsabilidade… tem que estar de máscara, usar álcool em gel, não ir com a família inteira”.

O início da flexibilização da quarentena em Osasco está previsto para segunda-feira (15). Rogério Lins diz que solicitou às empresas a ampliação da frota de transporte público com 100 novos ônibus e vai determinar que os coletivos circulem somente com passageiros sentados, com a já obrigatória máscara, como medidas para tentar evitar aglomeração e a propagação do vírus.

Até a noite desta terça, Osasco registrava 4.567 casos e 362 mortes com confirmação de covid-19.

Comentários