Sindicato defende que empresas parem produção para conter covid-19 em Osasco e região

0
metalurgicas
Pixabay

O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região quer negociar com as metalúrgicas medidas preventivas e de combate à covid-19. Para isso, enviou, na terça-feira, 23, um ofício para os representantes das fábricas a fim de pleitear a suspensão da produção, seja por licença remunerada, antecipação de feriado ou férias coletivas.

publicidade

Para a diretoria do Sindicato, este momento exige esforço conjunto. Isto porque os casos e mortes por covid-19 têm crescido de forma desenfreada. Sozinho, na segunda-feira, 22, o estado de São Paulo registrou 1.021 mortes, segundo o Governo Estadual.

PARA FICAR EM CASA// Osasco terá mega feriado durante toda a próxima semana

publicidade

Segundo informações do secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, dadas nesta segunda, existem 54 cidades no estado de São Paulo com níveis críticos de estoque de oxigênio e medicamentos para o procedimento de intubação de pacientes.

“Em Taboão, pessoas já morreram na fila de espera por um leito de UTI. Nas demais cidades, os números de internações também têm aumentado e, se os casos não diminuírem, podemos ficar sem leitos. Entendemos que o isolamento social é o principal instrumento de combate a expansão do vírus e uma forma de evitarmos um colapso do nosso sistema de saúde”, diz Gilberto Almazan, presidente do Sindicato.

publicidade

SEM ÁLCOOL// Venda de bebida alcoólica será proibida em Osasco durante mega feriado

Comentários