Água: crises e oportunidades

0

Estamos vivendo um momento decisivo para a gestão ambiental em nosso país. Em meio a tamanha crise de abastecimento de água, gerada por séculos de exploração desordenada dos recursos naturais, a única opção que nos resta é evoluir. É uma questão de sobrevivência.

publicidade

Nunca ficou tão clara a nossa dependência de um meio ambiente equilibrado. Até agora o discurso ambientalista parecia apontar um futuro distante, no qual o descaso com a questão ambiental iria nos levar a um cenário desolador. Pois bem, parece que o futuro chegou.
Durante toda a história do nosso país os recursos naturais foram utilizados sem muito planejamento e as consequências disto sempre despontavam, de uma forma ou de outra.
Mas a crise da água no estado tem proporções talvez inéditas. Milhões de pessoas atingidas, no maior polo econômico do país. Não há como a situação passar despercebida, não há como esconder. E espero que também não seja possível esquecermos o que está acontecendo.

Todo problema pode ser encarado como uma oportunidade. Ou a sociedade ignora a origem da questão e busca soluções somente imediatistas, fazendo com que o problema desponte ainda maior em um futuro próximo. Ou despertamos definitivamente, buscando resolver a raiz da questão e com isso transformamos a nossa realidade e o nosso futuro.
A origem do problema da escassez da água é ambiental. Não podemos deixar que mudem o foco da questão. Todo esse dinheiro que será empregado em grandes obras irá ralo abaixo, literalmente, se não houver um grande esforço no sentido de recuperar a qualidade ambiental.

publicidade

A água vem dos rios, os rios das nascentes. As nascentes surgem do acúmulo da água absorvida pelo solo. Para que o solo absorva água é necessário vegetação. Vegetação gera umidade, que gera chuva. Em que estado estão nossos rios, nossas nascentes e nossas florestas?
Com o problema em evidência, com as consequências atingindo milhões de pessoas, esse é o momento de colocarmos a questão ambiental no seu devido lugar, o da prioridade.

Aparecido Pires de Castro (o “Tio Cido”) é geógrafo, gestor ambiental e Secretário de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri

publicidade

Comentários