Início Cidades Aplicativo que reduz parcelas de consignados já economizou mais de um milhão...

Aplicativo que reduz parcelas de consignados já economizou mais de um milhão para os bolsos dos servidores públicos estaduais

0
konsi
Foto: Konsi/Divulgação

Um servidor público estadual precisou contratar um empréstimo no valor aproximado de R$ 183 mil, para pagar contas pessoais. Renato (nome fictício para preservar seu sigilo), de 33 anos, passou 21 meses pagando as parcelas. Então baixou o aplicativo Konsi e verificou que havia no mercado taxas mais em conta. Sua parcela foi reduzida em R$ 408 reais, trazendo uma economia total de mais de R$ 30.000 para Renato. “Fiz buscas na internet para verificar se tratava de uma empresa séria, se poderia confiar nessa proposta que era bem atrativa. Após me certificar, contratei a redução da parcela e foi um grande alívio para minhas contas mensais.”

“No mercado de consignados, muitas vezes, os servidores dependem de uma oferta do seu gerente de banco que usualmente oferece operações casadas, que oneram, como seguros, por exemplo. Além de muitas ligações telefônicas invasivas com ofertas duvidosas. No aplicativo Konsi nós facilitamos o acesso a todas as possibilidades para o usuário tomar a melhor decisão e economizar”, diz Paulo Fontes, CEO Konsi. “O ambiente de comparação de taxas e concorrência entre os bancos só traz benefícios ao servidor. Nós queremos deixar essa arena bem competitiva, para que os bancos se esforcem cada vez mais para oferecer menores taxas e melhores serviços ao usuário.”

Ulisses Silva, 39 anos, servidor do departamento de segurança pública, recorreu ao consignado para custear os gastos básicos da família em um momento emergencial em que o pai fazia um tratamento de saúde. “Conheci a Konsi em um momento de aflição, que não teria condições de correr atrás e avaliar muitas opções. O app primeiro reduziu uma parcela antiga que tinha, aliviando os custos mensais, e depois conseguiu uma taxa excelente para contratação do valor que precisava para pagar as contas da família naquele momento.”

A startup foi lançada no mercado em janeiro de 2022 e já conta com mais de 22.000 usuários. Trata-se de um simulador de crédito consignado que oferece ao usuário informação de mais de 15 bancos. Para contratação de crédito novo, o simulador compara as taxas disponíveis nos principais bancos do país. Já para redução de parcela, o simulador analisa a(s) dívida(s) antiga(s) e verifica se no mercado tem taxas menores do que a já
acordada pelo servidor.

Portabilidade: Redução da Dívida

Caso existam taxas melhores, é realizada a portabilidade, ou seja, transação que faz a migração da dívida de um banco para outro, ocasionando a redução de parcela ou a manutenção do valor mensal e o usuário recebe em dinheiro a diferença do valor economizado.

Até o momento, o aplicativo já intermediou mais de 15,5 milhões em operações bancárias e já economizou mais de um milhão dos bolsos dos servidores.

“Nas operações que portamos economizamos em média R$4.000 por contrato. O servidor escolhe se prefere reduzir a parcela ou receber o valor em conta”, afirma Fontes. “No nosso modelo de negócio, não cobramos nada e não pretendemos cobrar do usuário. Recebemos do banco que oferece a melhor opção ao público. É uma relação de ganha-ganha.”

Hoje, a Konsi opera para servidores do governo dos estados de São Paulo e da Bahia e os planos de expansão são audaciosos. A empresa já está confirmado o lançamento do serviço para aposentados e pensionistas do INSS no mês de agosto e a meta é em um ano estar em pelo menos 12 estados.

“Temos orgulho de poder oferecer economia e planejamento financeiro para os funcionários públicos do nosso país. Desenvolvemos tecnologia e vemos resultados efetivos; um milhão de volta para o bolso dos servidores, com certeza está fazendo a diferença para muita gente” finaliza Paulo.

O aplicativo está disponível para download para smartphones Android e IOS e pode ser baixado no link: https://www.konsi.com.br.

Também é possível acompanhar a Konsi nas redes sociais. No Instagram: @konsi.app e no Facebook: @konsi.aplicativo.

Comentários