Comerciários pressionam por contraproposta

0
Trabalhadores e sindicalistas realizaram ato em frente à empresa na quinta-feira, 9 / Foto: Divulgação

Trabalhadores e sindicalistas realizaram ato em frente à empresa na quinta-feira, 9 / Foto: Divulgação
Trabalhadores e sindicalistas realizaram ato em frente à empresa na quinta-feira, 9 / Foto: Divulgação

publicidade

Após a greve realizada no final de dezembro, o Sindicato dos Comerciários de Osasco e Região (Secor) voltou a reivindicar por uma contraproposta da empresa Totaltec, que fica em Osasco, em relação à pauta de reivindicações entregue pelo Secor e trabalhadores da empresa. O ato aconteceu na quinta-feira, 9, e reuniu também os funcionários demitidos que ainda não receberam suas verbas rescisórias.

Durante a manifestação, um dos proprietários da empresa, identificado como Maurício, se recusou a receber a imprensa e afirmou que se reuniria com um contador e um advogado da empresa para formular a contraproposta.

publicidade

A pauta de reivindicações foi entregue pelos funcionários em dezembro e incluía a adesão imediata dos empregados no plano de saúde atual ou outro conveniado nas mesmas condições de prestação de serviço anterior de todos trabalhadores (em específico de gestantes, portadores de doença ocupacional e de afastados pelo INSS por doença grave), pagamento imediato de todas as verbas rescisórias dos empregados demitidos em novembro, com aviso prévio trabalhado no mesmo mês e a reintegração imediata dos trabalhadores com estabilidade.

O Secor diz que irá continuar as manifestações até obter uma resposta da empresa.

publicidade

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHoróscopo
Próximo artigoSindicato evita 250 demissões