Délbio Teruel tem candidatura indeferida pelo TRE

1
Teruel teve as contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado quando presidiu a Câmara Municipal de Osasco / Foto: Eduardo Metroviche

O candidato a deputado federal osasquense Délbio Teruel (PSD) teve o registro de candidatura indeferido em decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta terça-feira, 12.

publicidade

Teruel teve as contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado quando presidiu a Câmara Municipal de Osasco, em 2002, e a candidatura dele está barrada com base na lei da Ficha Limpa.

 

publicidade
Teruel teve as contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado quando presidiu a Câmara Municipal de Osasco / Foto: Eduardo Metroviche
Teruel teve as contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado quando presidiu a Câmara Municipal de Osasco / Foto: Eduardo Metroviche

Ainda cabe recurso. Em nota emitida na noite desta terça em sua página no Facebook, Délbio Teruel declarou: “Nossa candidatura prossegue dentro dos ditames da lei”.

Ele também atacou o PT, que estaria por trás da tentativa de barrar sua candidatura na Justiça Eleitoral. Delbio lembrou ainda que, em 2012, quando concorreu à Prefeitura, também sofreu o mesmo problema e teve o registro de candidato aprovado pela Justiça.

publicidade

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Délbio Teruel sofre perseguição política do PT em Osasco

    Tapetão aqui não!!!!
    Apesar da perseguição política imposta pelo PT de Osasco na pessoa do prefeito da minoria, Jorge Lapas, a candidatura do candidato a deputado federal Délbio Teruel (PSD) continua limpa e crescendo a cada dia. Assim como fizeram com o Dr. Celso Giglio (PSDB), agora querem prejudicar o candidato preferido da população osasquense, contratando laranjas para criar situações inexistentes. Um ato covarde típico de quem já perdeu a credibilidade na cidade de Osasco. Impugnação cabe recurso no TSE, ser punido por economizar quando foi presidente da Câmara em Osasco é brincadeira de mau gosto. Assim como o Délbio Teruel, outros candidatos foram notificados pelo TRE, contudo isso é extremamente normal em período eleitoral, prestação de contas entre outras questões. O prazo para recorrer é de três dias, nada disso atrapalha e compromete uma campanha linda e honesta que vem acontecendo por toda cidade de Osasco e região.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno do estado inaugura primeira fase do centro oncológico de Osasco
Próximo artigoEduardo Campos morre em acidente aéreo em Santos