Eleições 2016: plataforma mapeia candidatos pró-direitos humanos

0
Eleições 2016: plataforma mapeia candidatos pró-direitos humanos

Eleições 2016: plataforma mapeia candidatos pró-direitos humanosFoi lançada na última semana a plataforma digital #MeRepresenta, que ajuda quem ainda está indeciso no voto para vereador. O mecanismo mapeia candidatos pró-direitos humanos em todo o Brasil e ajuda a descomplicar temas relacionados à política.

publicidade

Cidades da região como Osasco, Cotia, Barueri e Carapicuíba têm adesão de candidaturas comprometidas com a pauta dos direitos humanos.

No site, o usuário identifica sua cidade e as pautas que mais acha prioritárias. Na sequência, o sistema vai fazer uma busca e encontrar candidaturas que representem em seus planos de governo as pautas que o usuário selecionou.

publicidade

O que é o #MeRepresenta?

Resultado de uma parceria entre as campanhas #VoteLGBT, #AgoraéQueSãoElas, a Rede Feminista de Juristas (#DeFEMde), a Rede Nossas Cidades (Meu Rio, Minha Sampa, Minha Porto Alegre e Meu Recife), a organização não governamental CFEMEA e o grupo LGBT Brasil, a plataforma #MeRepresenta tem como objetivo divulgar aos eleitores as posições de candidatos a vereador sobre pautas relevantes à construção das igualdades de gênero, racial e de orientação sexual.

publicidade

Qual o critério para incluir candidaturas no site?

A plataforma #MeRepresenta está aberta à participação de qualquer candidatura à Câmara Municipal de qualquer cidade do Brasil. Se você está se candidatando a vereadora ou vereador e quer incluir sua campanha aqui, basta se cadastrar e responder a dez perguntas, declarando sua opinião sobre pautas de direitos humanos que influenciam diretamente a vida das pessoas.

Nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador e Campinas equipes de voluntárias e voluntários estão fazendo uma busca ativa junto a todos os candidatos a vereador para que respondam a essas mesmas perguntas. O intuito é realizar uma pesquisa com relevância estatística nessas cidades, permitindo a análise do perfil dos candidatos, partidos e coligações em relação a essas pautas.

Como funciona o ranqueamento das candidaturas?

As candidaturas são mostradas para eleitoras e eleitores de acordo com a concordância com relação às pautas de direitos humanos elencadas. Mas não só. O ranqueamento também leva em conta os partidos da coligação de cada candidato ou candidata. Isso porque, para as eleições do Legislativo, os votos não são exclusivos da candidatura, sendo direcionados a toda a coligação. Portanto, os eleitores devem prestar atenção não apenas ao candidato, mas também aos partidos de sua coligação.

É possível que em algumas cidades, especialmente as menores, as coligações formadas tenham todas partidos hostis às pautas de direitos humanos e que, ainda assim, apresentem candidatos favoráveis. Nesse contexto sugerimos que se avalie com muito rigor de caso a caso.

Comentários