Família procura por casal de Cotia desaparecido há mais de 10 dias

0
Família procura por casal de Cotia desaparecidos há mais de 10 dias
Cláudia Maria do Nascimento, de 46 anos, e Diego Rodrigo da Silva, de 31 anos, estão desaparecidos desde o dia 25 de abril / Fotos: reprodução

A família procura pelo mecânico Diego Rodrigo da Silva, de 31 anos, e sua mulher Cláudia Maria do Nascimento, de 46 anos. O casal, que tem quatro filhas e mora em Cotia, está desaparecido há mais de dez dias.

publicidade

Diego e Cláudia foram vistos pela última vez no dia 25 de abril, quando foram ao Carrefour, que fica na Rodovia Raposo Tavares, com duas filhas. As meninas disseram que após sair do supermercado, Diego teria dito que precisava levar um notebook para concerto.

Ao “Cidade Alerta”, da Record, o pai de Diego disse que o filho recebeu uma ligação antes de desaparecer. “Pediram para ele ir deixar o aparelho em Carapicuíba. Quando ele chegou em casa, recebeu uma ligação e pediram para ele deixar as meninas em casa e voltar aonde ele deixou o computador”.

publicidade

Após a ligação, Diego e Cláudia passaram em casa para deixar as duas filhas e teriam seguido para o local onde deixaram o notebook. Desde então, não voltaram para casa.

Nas redes sociais, uma prima do mecânico pede ajuda para encontrá-los. “Tivemos informações da polícia que a última vez que o carro foi visto pelo radar foi no dia 27 de abril, saindo de Osasco sentido Carapicuíba às 22h30 da noite”, contou.

publicidade

O carro do casal foi encontrado na última sexta-feira (1°), na Vila Marcondes, em Carapicuíba. O veículo estava revirado e tinha objetos que a família de Diego e Cláudia desconheceram ser do casal.

Foto: Reprodução redes sociais

Familiares contam que há alguns meses, Diego foi à oficina para concertar o carro. Ao chegar no portão do estabelecimento, foi abordado por homens que estavam de carro e moto. Ele chegou a ser baleado e levado pelos bandidos.

Diego teria conseguido se livrar dos criminosos, no momento em que uma viatura passou no local para onde foi levado. Com medo, Diego não quis revelar à polícia quem eram os atiradores. A família acredita que o episódio tenha ligação com o desaparecimento do casal.

O pai de Diego perdeu a esperança de encontrar o filho e a nora com vida. “Eu quero só encontrar o corpo do meu filho e da minha nora para poder dar um sepultamento digno para eles”, disse na reportagem.

“Estamos desesperados, eles tem quatro filhas pequenas, que estão chorando muito querendo os pais”, disse a prima do mecânico nas redes sociais.

Quem tiver informações que podem ajudar a família a descobrir o que aconteceu com Diego e Cláudia, pode entrar em contato no telefone 190, da Polícia Militar ou no 181, Disque Denúncia.

Comentários