Frases

0

“Vereador, eu vim trabalhar com um vestido mais curto. Eu, inclusive, trouxe a minha calcinha em meu bolso. Alguém pode me chamar de vagabunda? Alguém pode dizer que tenho de ser surrada?”.
Lucimara Passos (PCdoB) – vereadora em Aracaju (SE), que mostrou a calcinha nas mãos na tribuna da Câmara Municipal, em resposta a um parlamentar que, defendendo um padre que teria se recusado a casar uma noiva que não usava calcinha, disse que ele “deveria dar uma surra nela”

publicidade

“Eu paguei R$ 33 milhões a Alberto Youssef [o doleiro] pelo serviço de comissão”.
Márcio Andrade Bonilho – executivo suspeito de envolvimento nos esquemas de corrupção investigados na Operação Lava Jato, da Polícia Federal

“A própria lei diz. A prisão provisória tem que ser exceção, tem que ser fundamentada, só em último caso, devido à ameaça à vítima que sofreu crime e continua sendo ameaçada ou à possibilidade do réu intervir na investigação, esconder provas”.
Almir Junior – pesquisador do Ipea, sobre pesquisa que aponta que 90 mil presos do país deveriam estar aguardando julgamento em liberdade

publicidade

Comentários

publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgradar a gregos e troianos
Próximo artigoCharge