Jovem de Barueri que ostentava nas redes sociais é preso e deve...

Jovem de Barueri que ostentava nas redes sociais é preso e deve ser investigado pela Interpol

0
Compartilhar
Foto: reprodução/TV Globo

Morador de Barueri, Gustavo Souza da Silva, 23 anos, que ostentava carros de luxo, além de dinheiro e viagens nas redes sociais, foi preso em operação da Polícia Civil na semana passada. Ele é suspeito de recolher dinheiro da venda de drogas para repassar à facção criminosa que age em São Paulo e receber comissão no esquema, de acordo com reportagem do “Fantástico”, da TV Globo, exibida na noite deste domingo (7).

“A investigação estima que ele arrecadasse cerca de R$ 800 mil por mês”, disse o delegado Pablo Rodrigo França. De acordo com as investigações, Gustavo recolhia o dinheiro do tráfico em pelo menos 100 pontos da Grande São Paulo.

Ele foi preso em operação que prendeu mais de 20 pessoas na última quarta-feira (3). O carro utilizado por Gustavo, de modelo popular, tinha um compartimento secreto, no estilo de um cofre, que só abria com um segredo, para guardar o dinheiro.

Publicidade

Em depoimento, ele confirmou que participava do esquema, mas que recebia R$ 2 mil por mês e que os carros e o dinheiro exibidos nas fotos e vídeos nas redes sociais eram “de amigos”.

O delegado Pablo Rodrigo França afirmou ao “Fantástico” que Pablo ia com frequência para a Flórida, nos Estados Unidos, onde tem parentes. “Ele é um criminoso de porte diferenciado dentro desse mundo. Falava alguns idiomas, isso facilita a prática de crimes em outros países. É uma pessoa diferente no meio delinquente”, declarou França.

Publicidade

A polícia de São Paulo deve fazer uma parceria com a Interpol para apurar se ele cometeu crimes nos Estados Unidos também. Gustavo pode ser condenado a 43 anos de cadeia.

Assista aqui a reportagem do “Fantástico” sobre Gustavo Souza da Silva.

Compartilhar

Comentários