Lutando pela vida desde antes de nascer, bebê de Cotia precisa de ajuda para exame de R$ 4 mil

0
vaquinha bebê de cotia
Contribua com a vaquinha virtual #TodosPelaAllana / Foto: Reprodução

Os pais da pequena Allana Milloch Fonseca, de 1 ano e 5 meses, precisam de ajuda financeira para conseguir pagar um exame para a filha. A família mora no Jardim Araruama, em Cotia, e decidiu criar uma vaquinha virtual para arrecadar recursos.

publicidade

Allana luta pela vida desde o ventre da mãe, quando foi tida como morta pelos médicos, mas veio ao mundo em agosto de 2019, com apenas 26 semanas de gestação, pesando 530 gramas. Devido ao grau de prematuridade, Allana precisou ficar sete meses na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal.

Allana é fruto de uma gestação gemelar. Aylla, sua irmã chegou a ficar dois meses na UTI e depois recebeu alta. Já Allana foi submetida à uma traqueostomia aos cinco meses porque não conseguia respirar sozinha e estava entubada há um bom tempo. “O parto foi às pressas para tentar salvar a vida da Allana que, segundo os médicos, estava morta dentro da minha barriga. Mas Deus nos surpreendeu, as duas sobreviveram e foram para a UTI. Uma semana depois do nascimento, a Allana chegou a pesar 420 gramas”, contou Dienifer Bragiato Fonseca Miloch, mãe das gêmeas.

publicidade

Hoje pesando cinco quilos (peso considerado comum para um bebê de até dois meses), Alana vive há um ano com a traqueostomia e para retirá-la, precisa fazer um exame chamado Broncoscopia. Na rede particular, esse procedimento cirúrgico custa R$ 4 mil, com equipe médica e anestesia inclusos, segundo os pais da pequena. Após a realização desse exame, a família poderá ter o diagnóstico preciso sobre o motivo de Allana não conseguir respirar sozinha.

Por ser uma bebê considerada prematura extrema, a família não conseguiu encontrar uma unidade hospitalar da rede pública que tenha o broncoscópio que possa ser introduzido pelo nariz. Ainda segundo os pais, a Santa Casa de São Paulo realiza o exame, mas devido à pandemia, o procedimento está suspenso. Após meses de procura, os pais da bebê encontraram o exame na Beneficência Portuguesa, na capital.

publicidade

Sem condições financeiras de arcar com o procedimento, a mãe de Allana decidiu criar uma vaquinha virtual para conseguir arrecadar recursos. Para doar, basta acessar o link da vaquinha Todos por Allana e doar. Mais informações podem ser obtidas com a mãe da bebê, por meio do WhatsApp (11) 94293-9009.

 

Comentários