Marcius Melhem processa Dani Calabresa e quer R$ 200 mil em indenização

0
dani calabresa marcius melhem
Fotos: Divulgação

O caso Marcius Melhem e Dani Calabresa foi parar na Justiça. Na quinta-feira (14), os advogados de Melhem protocolaram uma ação de indenização por danos morais contra Dani, que revelou ter sofrido assédio sexual e moral em reportagem da Revista Piauí.

publicidade

Melhem pede uma indenização de R$ 200 mil, que promete doar à Associação de Assistência a Criança Deficiente (AACD). Ele cobra também o ressarcimento do custo que teve com tratamento psiquiátrico e psicoterápico que fez entre fevereiro e dezembro do ano passado, no valor de R$ 46,4 mil, e pede que Dani faça uma retratação pública em todas as suas rede sociais.

Os detalhes da ação foram divulgados pela revista “Veja” e revelam que a defesa de Melhem incluiu ao processo uma série de áudios e mensagens trocadas entre os humoristas. “O tom jocoso e íntimo era constante no tratamento entre ambos. Entre autor [Melhem] e ré [Dani] eram comuns as brincadeiras, inclusive de natureza sexual. Mas nada aí havia de constrangedor, abusivo ou imposto”, defendem os advogados de Melhem.

publicidade

Com relação à acusação de assédio sexual e violência durante uma festa em novembro de 2017, Melhem nega. O humorista acrescenta ainda que trocou “beijos e carinhos, de modo absolutamente consensual” com Calabresa. Na ação, ele cita que, durante a mesma festa, “trocou também beijos e carinhos com uma amiga convidada por Daniella, e que não foi referida pela reportagem da Revista Piauí”.

Os advogados afirmam que após a festa mencionada como o palco do suposto assédio sexual, Dani enviou mensagens para Marcius “novamente em tom jocoso, enaltecendo os ‘dons’ físicos do autor”, continua a defesa, que anexou a conversa na ação.

publicidade

Até o momento, a defesa de Dani Calabresa ainda não se pronunciou sobre a ação de Melhem.

Comentários