Início Trabalho Maximiliano Nagl Garcez e Paulo Yamamoto: O golpe não é contra Dilma....

Maximiliano Nagl Garcez e Paulo Yamamoto: O golpe não é contra Dilma. É contra a democracia e para acabar com os direitos trabalhistas

1

Na última segunda, 11, uma comissão de deputados aprovou, por 38 votos a 27, o parecer favorável à abertura do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

publicidade

 
Tecnicamente, como não há qualquer motivo jurídico que justifique a cassação do mandato, não estamos diante de um impeachment, mas sim de golpe.

 
Mas, por que a oposição está tão afoita para derrubar a presidente eleita com mais de 54 milhões de votos?

publicidade

 
Fizemos um estudo e percebemos que a grande maioria dos deputados (71%) que se demonstraram favoráveis ao golpe também eram favoráveis ao terrível projeto de lei da terceirização, aprovado ano passado na Câmara (aqui no Visão Oeste já tratamos do projeto http://bit.ly/1qSH6xc).

 
Com isso, fica claro ver que a tentativa de golpe não é apenas contra Dilma e contra a democracia, mas, antes, é um golpe contra toda a classe trabalhadora brasileira. Os deputados golpistas são os mesmos que vêm tentando retirar direitos trabalhistas, com projetos como o da terceirização ou do negociado sobre o legislado. Não permita que a democracia e seus direitos trabalhistas, conquistados com décadas de luta, suor e sangue, sejam destruídos.

publicidade

 

GRAFICO

Comentários