Metalúrgicos aprovam pauta de luta contra retirada de direitos

0
Metalúrgicos aprovam pauta de luta contra retirada de direitos
Ato na Av. Paulista reuniu professores, bancários e metalúrgicos contra o governo Michel Temer

Campanha salarial//  “Não vamos pagar o pato com o nosso reajuste”, disse Claudio Magrão

publicidade
Metalúrgicos aprovam pauta de  luta contra retirada de direitos
Ato na Av. Paulista reuniu professores, bancários e metalúrgicos contra o governo Michel Temer

Em assembleia na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região no sábado, 17, a categoria aprovou a pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2016 e a luta contra a política do governo Michel Temer, que pretende mexer na Previdência, nos direitos trabalhistas e nos recursos para Saúde e Educação.

O presidente do Sindicato, Jorge Nazareno, afirma que combater o desemprego é importante, mas sem trabalho precário. “O medo de perder emprego não pode ser maior que perder seus direitos”.

publicidade

A pauta aprovada por unanimidade foi entregue aos grupos patronais, na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), na terça-feira, 20. “A Fiesp fez campanha contra impostos dizendo que não iam pagar o pato. Agora, nós também não vamos pagar o pato com o nosso reajuste”, declarou Claudio Magrão, presidente da Federação dos Metalúrgicos de São Paulo.

publicidade

Comentários