Morador de Alphaville é o 1º caso confirmado do novo coronavírus na região

0
coronavírus
Vírus oriundo da China tem se espalhado pelo mundo

Um morador de Alphaville, em Santana de Parnaíba, que esteve em viagem aos Estados Unidos, é o primeiro caso confirmado do novo coronavírus (Covid-19) na região.

publicidade

A Secretaria Estadual da Saúde informou, neste sábado (7), um total de 13 casos confirmados da doença em todo o estado. Os outros 12 são moradores da Capital. Todos estão estáveis e em isolamento domiciliar, segundo a pasta.

Entre o total de casos, um é assintomático, mas foi confirmado pelo Ministério da Saúde por apresentar elementos como resultado positivo do exame, infecção provável na Itália e possibilidade de estar em período de incubação do vírus, ainda sem manifestação de sintomas.

publicidade

O Estado também registra 184 casos suspeitos e 246 descartados.

Locais em monitoramento

Conforme atualização do Ministério da Saúde, todas as pessoas que chegarem ao Brasil de países da América do Norte, Europa e Ásia, e tiverem sintomas como febre, tosse, coriza ou falta de ar poderão ser considerados casos suspeitos.

publicidade

A alteração substitui uma lista de países anteriormente atualizada pelo Governo Federal, considerando o cenário da doença pelo mundo e também as rotas de viagens internacionais, visto que as principais rotas com o país vêm da Europa e América do Norte.

O país também continuará atento aos viajantes vindos da Austrália, América Central e do Sul, com transmissão local indicada pela OMS.

Dicas de prevenção:

– Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal;

– Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

– Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;

– Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;

– Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.

Comentários