Mulher perseguia e arremessava absorventes e até fezes na casa dos vizinhos há 14 anos

0
mulher jogava fezes na casa dos vizinhos
Em um dos episódios, a mulher jogos lixo e até fezes na piscina do casal / Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu uma mulher de 55 anos acusada de perseguir um casal de vizinhos há 14 anos. Além de xingar as vítimas com frequência, ela arremessava papel higiênico, absorventes, lixo e até fezes na piscina dos vizinhos.

publicidade

O caso aconteceu em Vicente Pires, no Distrito Federal. A mulher foi presa nesta segunda-feira (5), na operação policial que recebeu o nome de “Mau vizinho 2”. Segundo o delegado responsável pelo caso, João Ataliba, as ações da mulher configuram a prática de perseguição obsessiva, mais conhecida pelo termo em inglês “stalking”.

De acordo com as investigações, a mulher passou a perseguir o casal de vizinhos após eles construírem uma casa ao lado do muro de sua residência. “A autora chamava o homem do casal de ‘viado’, gigolô, vagabundo, entre outros impropérios”, explicou o delegado, ao G1.

publicidade

As vítimas chegaram a registrar alguns dos episódios. Em uma das gravações, as vítimas mostraram a situação que a piscina ficou após a mulher atirar absorventes, lixo e até fezes. Nas imagens, a mulher aparece gritando: “Pode filmar, filma mesmo porque eu não tenho medo de vocês. Foi eu que fiz, gente”.

Em outro episódio, a mulher aparece em cima de uma escada, próxima ao telhado da residência, desferindo uma série de ofensas contra o vizinho. “Você devia era ter vergonha porque tem muito negro de alma branca, mas você é um negro de alma preta”, dizia.

publicidade

A mulher foi presa em flagrante após acusar a mesma vizinha de ter roubado água. Ela deve responder pelos crimes de injúria preconceituosa e perseguição (stalking), com penas que podem chegar a cinco anos de reclusão.

CRUELDADE EM ITAPEVI// Padrasto teria colocado pão na boca de Maria Clara para simular engasgo após mãe espancá-la

Comentários