PT de Osasco tenta manter cadeira na Câmara Federal

0
Marcos Martins tenta a reeleição na Alesp, enquanto Valmir Prascidelli busca cadeira em Brasília

Marcos Martins tenta a reeleição na Alesp, enquanto Valmir Prascidelli busca cadeira em Brasília
Marcos Martins tenta a reeleição na Alesp, enquanto Valmir Prascidelli busca cadeira em Brasília

publicidade

Fernando Augusto

Após as convenções que oficializaram as chapas, o PT faz, nesta sexta-feira, 18, o lançamento das candidaturas do vice-prefeito Valmir Prascidelli a deputado federal e de Marcos Martins, que tenta a reeleição a deputado estadual. Um dos objetivos é retomar a representação na Câmara dos Deputados, perdida após a condenação de João Paulo Cunha na Ação Penal 570, o mensalão.

Prascidelli e Marcos Martins fazem dobrada

publicidade

Com o início da campanha dia 6 de julho, Prascidelli e Martins já intensificaram a participação em eventos e lançaram alguns materiais de campanha. O vice-prefeito de Osasco disse ao Visão Oeste que tem feito reuniões em diversas cidades da região. Isso porque, além da dobrada com Marcos Martins, tem outras parcerias pela região e no estado, num total de 38 dobradas. Ele cita as parcerias com os deputados estaduais petistas Isac Reis, de Carapicuíba, e Geraldo Cruz, de Embu das Artes, dois nomes que tentam mais um mandato na Assembleia Legislativa.
“Temos a dobrada prioritária com o Marcos Martins, até pela relação partidária, mas mesmo em Osasco trabalhamos com outros nomes, como [do presidente da Câmara Municipal, vereador] Toniolo (PCdoB)”, diz Prascidelli.

O vice-prefeito foi escolhido pelo PT para disputar o cargo na Câmara dos Deputados em substituição a João Paulo Cunha. “Osasco ficou sem representante em Brasília e tanto a cidade como a região não podem abrir mão de um deputado que apoie e busque recursos na Câmara”, afirma.
Valmir disse que espera no evento desta sexta-feira a presença do candidato ao governo do estado pelo partido, o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha. No entanto, o evento não consta na agenda oficial de Padilha.

publicidade

PSD
O candidato a deputado federal pelo PSD, Délbio Teruel, também já iniciou a campanha. Em seus materias de divulgação, no entanto, a dobrada é com o vereador da Capital Police Neto. A parceria natural seria com o seu correligionário Osvaldo Vergínio, que tenta a reeleição a deputado estadual. O racha entre os dois já ficou evidente desde a filiação de Délbio ao PSD, em maio do ano passado.

 

Comentários