Visão Atenta

0
Vereadores flagram médicos fora do trabalho durante o expediente
No PS Santo Antonio, Ni da Pizzaria denunciou que dois médicos que deveriam estar atendendo não estavam no local

Flagra
Na madrugada de quarta para quinta-feira, 19, o vereador Ni da Pizzaria (PTN) fez uma vistoria no PS Santo Antônio e constatou, segundo ele, que dois médicos que deveriam estar trabalhando não se encontravam no local. Ele diz que comunicou o caso ao prefeito Rogério Lins (PTN), “que por sua vez solicitou que o secretário de Saúde (José Carlos Vido) tome as medidas cabíveis”.

publicidade

No hospital
Um grupo de vereadores de Osasco visitou, na segunda-feira, 16, o Hospital Antonio Giglio para obter informações sobre o sistema de gestão compartilhada adotado entre a prefeitura e a Fundação do ABC (FUABC). Ralfi da Silva (PTN), Lúcia da Saúde (PSDC), Dra. Régia (PDT), Rogério Santos (PTN), Ricardo Silva (PRB), Ribamar da Silva (PRP), Dr. Lindoso (PSDB), Ni da Pizzaria (PTN) e Pelé da Cândida (PSC) foram recebidos pelo diretor geral do hospital, Alessandro Neves.

publicidade

Ouvidoria
O prefeito de Jandira, Paulo Barufi (PTB), está reorganizando a Ouvidoria do município. O departamento é responsável por receber e dar respostas a solicitações, reclamações, elogios e denúncias dos moradores sobre o atendimento prestado nas repartições municipais. A reforma prevê ações com o objetivo de oferecer maior agilidade e respostas mais completas às demandas da população. Os telefones da Ouvidoria são 4619-8533, 4619-8643 e 4619-5345.

publicidade

Fila na saúde
De acordo com o prefeito de Itapevi, Igor Soares (PTN), o município tem mais de 100 mil pacientes à espera de exames e consultas a serem realizados. “Há guias emitidas em 2014 que não foram atendidas”, declarou. Nesta terça, 17, ele se reuniu com a secretária de Saúde do município, Luiza Nasi, para discutir estratégias para diminuir a fila de espera na rede municipal.

Na mira
O prefeito Igor Soares estuda rescindir o contrato do município com a empresa Execução, responsável pela prestação de serviços de limpeza em unidades de saúde. Funcionários da empresa reclamam que não estão recebendo o pagamento integral da empresa ou recebem atrasado. Eles também dizem não conseguir ter acesso aos demais benefícios garantidos por lei.

Comentários