Disputa por herança: homem manda matar o irmão em Osasco

0
Marcelo Perrella foi morto em ataque a tiros na rua Narciso Sturlini / Foto: reprodução/Facebook

Após quatro meses de investigação, o setor de homicídios de Osasco concluiu que o técnico de informática Marcelo Perrella, de 42 anos, foi assassinado a tiros em Osasco a mando do irmão, Emílio Perrella, de acordo com o “Brasil Urgente”, da Band, desta quinta-feira (4). O advogado está foragido.

publicidade

O crime teria sido motivado por uma disputa por herança envolvendo quatro imóveis que, juntos, valem mais de R$ 2 milhões. Os irmãos brigavam na Justiça e Emílio já havia feito ameaças a Marcelo.

Segundo as investigações, Emílio contratou um policial militar, apresentado por um advogado amigo dele, para comandar o serviço. O policial, por sua vez, acionou um pistoleiro e um homem para pilotar a moto para o crime. O PM teria recebido R$ 10 mil, o pistoleiro, R$ 7 mil e o piloto, R$ 2 mil.

publicidade

O crime aconteceu no dia 21 de abril, por volta das 11h, no cruzamento da rua Narciso Sturlini com a avenida Prefeito Hirant Sanazar, no bairro do Bela Vista. Um veículo emparelhou com o Corsa onde estavam Marcello Perrella, e a mulher dele, Vânia de Oliveira Perrella, 56, e, de dentro dele, partiram os tiros.

Marcello foi levado ao Hospital Regional de Osasco, mas não resistiu e morreu. Vânia foi encaminhada em estado grave ao hospital. Ela conseguiu sobreviver.

publicidade

Comentários