Em fase inicial, obras de canalização devem ser concluídas até 2016

0
Em fase inicial, obras de canalização devem ser concluídas até 2016
Prefeito e técnicos vistoriam obra que deve terminar até 2016

Em fase inicial, obras de canalização devem ser concluídas até 2016
Prefeito e técnicos vistoriam obra que deve terminar até 2016

publicidade

As obras de canalização do rio Barueri-Mirim e dos córregos Ribeirão do Sapiantã e Paim, em Itapevi, em fase inicial, vão custar quase R$ 97 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. O prazo previsto para a  conclusão é até 2016, de acordo com a Prefeitura.

Projeto deve custar cerca de R$ 97 milhões

Segundo a administração municipal, a canalização do córrego é o maior projeto de macrodrenagem para reduzir enchentes na história da cidade.

publicidade

O projeto será dividido em três fases. Na primeira, no Jardim Vitápolis foi iniciado o serviço de concretagem das placas que serão alocadas ao longo do leito do rio. As placas, em format o de ‘L’, serão interligadas e adaptadas ao curso das águas.

Cada forma conta com 3,5m de altura, que deve ser inserida após o processo de dragagem (escavação para aumento de  profundidade) e limpeza do rio Barueri- -Mirim. Serão implantadas 5 mil peças de concreto.

publicidade

Além do Barueri-Mirim, na segunda e terceira etapas o projeto terá canalizações de córregos menores, implantação de três  piscinões de retenção de águas e construção de passagens de veículos e pedestres. “Este projeto é histórico e de suma importância. Buscamos alternativas para a questão [das enchentes] mas, na maioria das vezes, obtínhamos recursos para obras paliativas ou de pequeno porte. Vimos que era preciso um amplo projeto que atendesse a cidade de uma forma completa, algo que está sendo possível com apoio do governo federal”, diz o prefeito Jaci Tadeu (PV).

Comentários