Metalúrgicos debatem destino de resíduos sólidos

0
Metalúrgicos debatem destino de resíduos sólidos
Em seminário em Cotia, especialistas discutiram importância da reutilização de materiais

Metalúrgicos debatem destino de resíduos sólidos
Em seminário em Cotia, especialistas discutiram importância da reutilização de materiais

publicidade

Em virtude da Semana do Meio Ambiente, o Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região realizou no sábado, 8, seminário que  tratou do tema resíduos sólidos. O encontro aconteceu no Metalcamp, clube de campo da entidade, localizado em Cotia.

Entre os palestrantes estava a pesquisadora da Fundacentro Maria Gricia, que passou informações sobre produção, coleta e destinação final dos resíduos sólidos. Além disso, ela explicou o funcionamento da chamada logística reversa, que prevê que indústrias, distribuidoras e comerciantes passem a recolher embalagens de agrotóxicos, pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas fluorescentes e produtos eletroeletrônicos.

publicidade

A medida, que é um dos itens da Política Nacional de Resíduos Sólidos, deve estar em funcionamento até 2014. Para isso, Gricia orienta que a sociedade cobre sua implantação. “O recolhimento é para que estes produtos sejam reaproveitados e descartados adequadamente, quando não tiverem mais utilidade, de maneira que não agridam o meio ambiente. Devemos cobrar que
isso seja feito”.

Prefeitura de Osasco adota medidas para diminuir o impacto do lixo

publicidade

Durante o seminário, o Secretário de Serviços e Obras de Osasco, Carlos Alberto Baba, apontou as ações que a Prefeitura toma para
diminuir o impacto do lixo no município. Entre elas estão a reutilização de entulhos de obras para a construção civil, de óleos para
produção de sabão e de pneus. Segundo Baba, “a Primitiva Vianco foi recapeada com pneus reutilizados”.

Entre as dificuldades encontradas pela prefeitura para a reutilização de resíduos sólidos estão na maneira com que eles são  descartados. Baba explicou que grande parte dos resíduos sólidos não podem ser reutilizados, porque são contaminados ao serem
descartados junto com o lixo comum.

Participaram também da discussão o arquiteto Thiago Lopes Ferreira, que falou sobre construção ecológica; e a secretária do  Trabalho, Desenvolvimento e Inclusão de Osasco, Mônica Veloso, que falou, entre outros assuntos, sobre sustentabilidade.

Comentários