“Você é o maior pilantra, vai se f…”: irmão de assassino de...

“Você é o maior pilantra, vai se f…”: irmão de assassino de ator xinga Bacci ao vivo

6
Compartilhar
assassino ator

Joel Cupertino, irmão de Paulo Cupertino, acusado de matar a tiros o ator Rafael Miguel, de 22 anos, e os pais dele, por não aceitar o namoro do jovem com sua filha de 18 anos, se exaltou e xingou o apresentador do “Cidade Alerta”, Luiz Bacci, durante entrevista ao vivo na tarde desta sexta-feira (14). “Você é maior pilantra (…) vai se f…”.

“Ô Bacci, vocês dizem que eu sou ruim, mas você é o maior pilantra, porque você está querendo distorcer o ‘bagulho’. E quer saber de uma coisa? Vai se f…”, afirmou o homem, nervoso, ao vivo. Na hora, Bacci pediu para retirá-lo do ar (assista ao trecho em vídeo abaixo).

Rafael Miguel, que interpretou o personagem Paçoca na novela “Chiquititas”, do SBT, entre outros papéis, e os pais dele foram mortos a tiros por Paulo na tarde de domingo (9), quando esperavam na porta da casa da namorada do ator, Isabela Tibcherani, filha do comerciante, que era contra o namoro. Paulo Cupertino está foragido desde então.

Publicidade

“Meu pai tem um ciúme possessivo, doentio. Ele é misógino, agressor, odeia mulheres e acha que mulher só serve para lavar, passar e cozinhar”, afirmou Isabela, ao “Balanço Geral”, da Record TV.

“Ainda não consigo acreditar, mas estou me esforçando. Juro que o máximo que pensei que fosse possível era meu pai sair na mão. Mas quando eles [Rafael e os pais] chegaram, ele me mandou entrar e começou a atirar”, continuou a garota.

“Típico serial killer”, diz psicólogo sobre assassino

Publicidade

O psicólogo e escritor Alexandre Bez avalia que o assassino tem características típicas de um serial killer. “Nesse caso de triplo assassinato, o assassino já é considerado como um típico serial killer”, analisa.

“Embora não tenha havido o habitual espaço cronológico entre uma morte e outra, essa tripla ação intencional, é motivada pela estrutura mental ‘Tríade Maligna’ (Agressividade, Violência, Assassinato), condição mental essa, pertencente à personalidade psicopática”, completa Alexandre Bez.

Compartilhar

Comentários