Youtuber nega ter abusado de menina de 12 anos que fugiu de casa para encontrá-lo

0
desaparecida youtuber osasco
Carta deixada pela garota antes de fugir de casa ; momento em que ela entra no carro de aplicativo rumo a Osasco; e o youtuber Rafael Caribe / Fotos: reprodução / Record TV

O youtuber Rafael Caribe nega ter abusado sexualmente de Stefani, a menina de 12 anos que fugiu de casa, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná, para encontrá-lo em Osasco. Ele diz que não sabia que ela era menor de idade e que, nas conversas que mantinham pela internet, a garota dizia ter 19 anos.

publicidade

“A palavra dela foi que ela tinha 19 anos, que estava fazendo 19 anos. Posso provar nos prints que tenho”, declarou, em entrevista ao programa “Nossa Cidade”, do Paraná.

Rafael Caribe afirmou ainda que não houve relação sexual no tempo em que a adolescente ficou na casa dele após fugir de casa. “O que houve foram abraços, alguns beijos, não vou mentir. Não teve nada de abuso sexual, violência, nada disso”.

publicidade

Stefani saiu de casa na tarde de terça-feira (30) deixando uma carta aos pais na qual dizia que não queria mais morar ali e iria embora. Após o sumiço, os pais dela acionaram o Conselho Tutelar de Fazenda Rio Grande, cidade na região metropolitana de Curitiba onde vivem, e a Polícia Civil.

A menina teve a viagem, por meio de um carro de aplicativo, paga pelo youtuber Rafael Caribe, com quem mantinha contato pela internet há mais de um ano.

publicidade

Após a garota chegar à casa do youtuber, ela diz que foi colocada para dormir em um beliche e “apagou”. Quando acordou, de madrugada, teria encontrado Rafael em cima dela, e passou a gritar por socorro, segundo relato divulgado pelo portal RIC Mais.

DESILUSÃO E ESPERANÇA// Jovem enganado por namorada virtual de Osasco gera comoção e consegue primeiro emprego

Então, a mãe do youtuber, que mora na mesma casa, teria ido até o quarto e levado a jovem para dormir, em outro quarto, na mesma cama que ela. No entanto, horas depois, Rafael teria ido ao quarto, colocado a mãe para fora e se trancado no quarto sozinho com Stefani, onde a garota teria sofrido abuso sexual, ainda de acordo com o mesmo relato.

Paralelamente, durante o sumiço da filha, a mãe encontrou o endereço do youtuber em um diário da menina e informou o Conselho Tutelar local, que acionou o Conselho Tutelar de Osasco para acompanhar o caso. O desaparecimento também ganhou destaque na mídia local.

Ao ter ciência da repercussão do caso, no dia seguinte Rafael Caribe pagou outro carro de aplicativo para mandar Stefani de volta pra casa, onde ela teve um reencontro emocionante com a mãe, que estava desesperada.

Reprodução / Record TV

No dia seguinte, ele excluiu postagens e vídeos nas redes sociais. Deixou um último recado aos seguidores afirmando que havia sofrido um ataque. “Não estou lembrando de mais nada, vou ter que ficar passando no médico. Infelizmente não estou bem da mente (…). Vou me afastar um pouco de tudo até recuperar minha saúde mental”.

Reprodução

A garota vai passar por exames para detectar se houve ou não abuso sexual. Se confirmado, o youtuber pode ter prisão preventiva decretada nos próximos dias e até a mãe dele pode ser indiciada, como cúmplice. (Com informações da RIC Mais e Record TV)

Comentários