Zagueiro Renan, de Itapevi, brilha e se torna promessa no Palmeiras aos 18 anos

0
zagueiro palmeiras renan itapevi
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Talento lapidado no campo de terra no Jardim Rosemary, em Itapevi, o zagueiro Renan, de 18 anos, se tornou um dos jogadores mais jovens a marcar gol com a camisa do Palmeiras na Libertadores e é uma das grandes promessas do Alviverde.

publicidade

A trajetória do jovem talento, do “terrão” em Itapevi rumo à busca por se destacar no Verdão foi tema de reportagem do “Esporte Espetacular”, da TV Globo, exibida no último domingo (9).

Renan marcou de cabeça, nos últimos segundos do jogo, o gol que garantiu a vitória por 3 x 2 do Palmeiras sobre Universitário, em Lima, no Peru, na estreia da Libertadores, dia 21 de abril.

publicidade

A dona Ana Paula, mãe do atleta, relembra a emoção que sentiu ao ver o filho brilhar em campo. “Deu câimbra, deu calor. Coração começou a disparar e eu falei ‘vou morrer no primeiro gol, não posso’”, brincou, em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo.

O pai do jogador, Rosinaldo da Silva, é praticamente o treinador de Renan, dentro de casa. “Sou muito cobrador, sou tipo o Abel [Ferreira, técnico do Palmeiras]. Pode estar ganhando como for, eu quero mais”, contou, orgulhoso, Seu Rosinaldo, que cresceu jogando futebol e transferiu essa paixão para os filhos.

publicidade
pai zagueiro renan itapevi
Seu Rosinaldo da Silva, pai do Renan / Foto: Reprodução/TV Globo

Ele jogava em Itapevi, no campinho do Jardim Rosemary, como atacante e tinha fama de goleador. “Já levei muito xingo do meu pai ali também. Toda manhã de sábado e de domingo ele me levava ali e quando tinha jogo, eu dava resultado né”, lembrou o zagueiro do Palmeiras, que seguiu os conselhos exigentes do pai.

“Saber se posicionar, olhar a saída da bola e atacar de olhos abertos. Esse era o grande sucesso do jogador”, afirmou Rosinaldo, que se orgulhou ao ver o primeiro gol do filho, de cabeça, na estreia do Palmeiras na Libertadores.

Renan entrou para a base do Palmeiras, onde se tornou zagueiro, aos 13 anos e não para de brilhar. No Sub-17, ganhou a Copa do Brasil e Mundial, pela Seleção Brasileira. Também foi campeão da Copa do Mundo na mesma categoria, em 2019.

Como profissional, vem conquistando a confiança do chefe português Abel Ferreira, para a felicidade do pai, que vê o filho realizar seu sonho de ser jogador de futebol. “Quando eu vejo ele assim, meu olho enche de água porque era o que eu fazia, sabe? Ele faz o que eu sempre fiz. E tudo foi muito complicado. Na verdade, muitos jogadores brasileiros passam pelas mesmas dificuldades que a gente passou com passagem, comida… É muito complicado”, conta Seu Rosinaldo.

“Sem palavras para o meu pai porque tudo o que estou vivendo hoje eu devo a ele. É um cara que jogou futebol, viveu isso e eu tô fazendo por ele e o que ele me ensinou. Quando eu vi tudo o que ele fazia por mim, tive que entregar mais ainda porque vi que não era fácil o que ele passava”, comentou, emocionado, o zagueiro do time Alviverde.

renan itapevi zagueiro palmeiras
Renan se emociona ao falar do pai, seu treinador no campinho e na vida / Foto: Reprodução/TV Glono

Além de ser motivo de muito orgulho para os pais e seus dois irmãos, Júnior da Silva e Régis da Silva, o brilho de Renan é reconhecido pelo seu treinador. “Ele é um grande jogador, e aproveito para dar parabéns para os pais porque ele é um grande homem, um grande presente para todos nós”, afirmou Abel Ferreira.

“É uma sensação, um orgulho, muito grande de ver não só um bom jogador, mas o bom homem que ele é com a família, com os amigos. É um menino que merece tudo”, finalizou a mãe de Renan, que não consegue conter as lágrimas para falar do filho.

EM BARUERI// Empresa abre 40 vagas de operador de atendimento

Comentários