Início Brasil Bolsonaro volta a atacar Coronavac: “Gente que tomou está morrendo”

Bolsonaro volta a atacar Coronavac: “Gente que tomou está morrendo”

0
bolsonaro critica coronavac
Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar a Coronavac, primeira vacina utilizada no país no combate à covid-19, graças a parceria entre o Instituto Butantan, do governo do estado, e o laboratório chinês Sinovac. Bolsonaro declarou que “gente que tomou [a Coronavac] está morrendo”.

publicidade

A nova crítica de Bolsonaro à vacina do Instituto Butantan foi feita em entrevista a uma rádio nesta terça-feira (17). “Olha o que está acontecendo com a Coronavac, ninguém tem coragem de falar. Gente que tomou as duas doses, foi infectada e está morrendo”, disse o presidente.

“Por que ela [sic] está morrendo? Porque acreditou nas palavras do governador de São Paulo, que disse que quem tomasse as duas doses da Coronavac e for infectado jamais morrerá. A pessoa fica em casa, achando que tomou as duas doses e não vai morrer, e acaba morrendo”, acrescentou o presidente.

publicidade

Tarcísio Meira

A declaração de Bolsonaro acontece menos de uma semana após a morte do ator Tarcísio Meira, por covid-19, mesmo após receber as duas doses do imunizante. Críticos à vacina usaram a morte do ator para questionar a eficácia.

Em nota, o governador João Doria (PSDB) respondeu: “É importante destacar que todas as vacinas funcionam, mas nenhuma delas é infalível. No caso do Brasil, somente 3% das pessoas que morreram por COVID-19 neste ano tomaram as duas doses de vacina, segundo pesquisa recente (Infotracker – USP/Unesp)”, afirmou.

publicidade

“É muito triste ver a desumanidade daqueles que, para tentar fazer prevalecer os seus propósitos políticos, não respeitam nem a morte de um gigante da cultura brasileira e a dor da sua família”, completou Doria.

Comentários