Brasileiros se rendem às compras online

0
Brasileiros se rendem às compras online
Foto: divulgação

Os padrões de comportamento e preferências de compra do povo brasileiro vêm alterando de forma drástica na última década. Se antes o público apresentava desconfiança para compras online, hoje o cenário é bem diferente.

publicidade

Uma recente pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico mostra que, somente no início de abril de 2020, as vendas pela internet aumentaram em 30%, refletindo uma nova forma de consumo da população.

O principal motivo que explica esta mudança de hábitos de consumo, além de fatores externos, é a comodidade. Clientes afirmam que comprar online pode ser muito vantajoso, incluindo benefícios como: autonomia para comprar, ofertas diversificadas, atratividade de preços, variedade nas formas de pagamento e conforto no momento da pesquisa.

publicidade

Categorias mais compradas na internet

Em 2018, mais de 126,9 milhões de brasileiros já faziam uso da internet de forma regular, tendo prevalência de acessos pelos smartphones. Dados fornecidos pela mesma pesquisa, proveniente da TIC Domicílios, mostram que, somente nesse ano, 34% dos usuários já realizavam suas compras online.

Nos anos anteriores, comidas, eletrônicos e roupas se destacaram como os itens mais comprados pela internet. Mas no último trimestre, cresceu a busca por categorias diferenciadas no comércio eletrônico.

publicidade

Os setores de beleza e perfumaria tiveram 74% de crescimento, acompanhados de números significativos para a compra de itens básicos essenciais e mais baratos, tais quais: papel higiênico, produtos de limpeza, refeições e artigos para pets. As operações dos e-commerces alavancaram, movimentando as vendas nacionais no primeiro semestre de 2020.

Segundo dados da ACI WorldWide, especialista em sistemas de pagamento eletrônico, não foram somente os produtos diários que se destacaram nas compras online. Dentro do varejo, segmentos de jogos eletrônicos e videogames aumentaram em até 126% o seu volume de vendas, mostrando que muitos optam pelo entretenimento online a precisar sair do conforto do lar para se divertir.

Diante da situação em que estamos vivendo, a conveniência que os internautas encontram ao comprar e utilizar serviços pela internet é indispensável. Como exemplo, o winner casino já é uma referência no Brasil e conta com inúmeros usuários que preferem ter segurança e comodidade para jogar, sem precisar se incomodar em sair de casa. A tendência é que, cada vez mais, o consumidor recorra às plataformas digitais e e-commerces – seja para se divertir ou simplesmente comprar os produtos que necessita para o seu dia a dia.

Estabelecimentos físicos precisam se reinventar

O comércio online caiu no gostinho de muitos consumidores, diminuindo as tradicionais idas às lojas físicas e estabelecimentos de rua ou shoppings centers. O impacto sobre os hábitos de consumo trouxe a necessidade de adaptação de lojas físicas, que buscam alternativas para não saírem prejudicadas em meio ao “boom” do meio digital.

Um grande exemplo de adaptação foi a ação da loja Samsung de um shopping center paulista: para não perder para a concorrência online, o estabelecimento firmou parceria com o app Rappi e está entregando smartphones, notebooks e tablets diretamente em casa.

Assim, o cliente pode fazer seu pedido com conforto e segurança, aproveitando até condições de pagamento especiais. No momento das compras, só vale ficar atento para as tentativas de golpe.

Afinal, se os números de vendas online alavancaram, também houve um aumento considerável nas tentativas de fraudes. Por isso, é necessário estar precavido contra golpes e fraudes, optando por comprar em sites com boa reputação e plataformas digitais confiáveis.

Para evitar fraudes nas compras online, é importante:

• Se atentar para a certificação digital das lojas virtuais;

• Não clicar em links suspeitos recebidos por SMS ou e-mail;

• Pesquisar a idoneidade da empresa;

• Prestar atenção nas políticas do site (principalmente para trocas e devoluções);

• Evitar utilizar redes públicas de Wi-Fi no momento da compra;

• Ficar longe das ofertas mirabolantes;

• E guardar sempre os comprovantes da transação.

Lojas que estiverem dispostas a se adaptar ao meio digital para aproveitar o crescimento devem investir em ações para repassar segurança e confiabilidade ao consumidor, mantendo-se competitivas no mercado.

Comentários