Coentro e a culinária nordestina

0

Sandra-Matarazzo-RebechiNo caderno de gastronomia dessa semana, um dos temas mais comentados é a influência da culinária nordestina no nosso dia a dia. Hoje no Brasil, a culinária dessa região tem recebido cada vez mais destaque quando o assunto é gastronomia brasileira. Afinal, estamos falando de uma culinária rica em sabores e cores, na grande maioria com tons picantes e marcantes, acentuados com ervas e diversos temperos.
Voltando um pouquinho na história… A culinária nordestina teve em sua formação uma forte influência das cozinhas portuguesa, indígena e africana… Ao longo dos anos foi se moldando, com destaque para época do período colonial até chegar ao que conhecemos hoje.

publicidade

Parando para pensar na culinária nordestina podemos destacar alguns ingredientes presentes em quase todos os preparos, como: o coentro, o azeite de dendê, a carne seca, os peixes e os frutos do mar… ou ainda pensar nos pratos típicos: moqueca, vatapá, buchada de bode, acarajé, sarapatel e sururu. Os nomes podem parecer estanhos para algumas pessoas, mas esses pratos fazem parte do dia-a-dia do nordestino.
E falando em coentro, de todas as ervas utilizadas essa sem dúvida é a que eu mais gosto. É muito versátil e combina com diversos pratos: peixes, aves, frutos do mar e saladas. Encontramos o coentro em sementes e folhas. Ambos oferecem, além do sabor, benefícios à nossa saúde, como, por exemplo: ação antibiótica e a antibacteriana, combate a prisão de ventre, trata a insônia e a ansiedade, entre outros.
Para quem já usa o coentro, inove e acrescente mais sabor nos pratos do seu dia-a-dia. E para quem não usa, não sabe o que está perdendo… Teste colocando aos poucos em suas preparações e você sentirá a diferença no resultado final.
Um grande abraço e bom apetite!

publicidade

Comentários