Fala, Zé Corneta! – Alegria e tristeza

Fala, Zé Corneta! – Alegria e tristeza

0
Compartilhar
Fala, Zé Corneta! - Alegria e tristeza

Fala, Zé Corneta! - Alegria e tristeza

Foi um misto de alegria e tristeza ver o massacre aplicado pelo Grêmio Esportivo Osasco (GEO) sobre o Grêmio Barueri, no último domingo, 14, pela Série A3 do Campeonato Paulista. Como num treino recreativo contra dentes de leite, o GEO virou 4 e acabou 8 em cima dos baruerienses. 8 x 0 em plena Arena Barueri!

Como morador de Osasco, fico alegre por ver o time da cidade brilhando num confronto que traz a rivalidade regional. Por outro lado, entristece ver a decadência do time da cidade vizinha.

Publicidade

O Grêmio Barueri, que há poucos anos jogou a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, hoje afunda na Série A3 do Campeonato Paulista com vexame atrás de vexame. Em cinco rodadas da terceirona estadual, são cinco derrotas, uma delas por W.O, por não ter atletas suficientes inscritos. São 21 gols negativos e nenhum (nenhum!) feito.

Barueri não merece ter saco de pancadas como representante

Publicidade

Trapalhadas extracampo e questões políticas ajudaram a deixar o clube na atual situação vexatória. Em 2009, após problemas entre a direção do time e a prefeitura, o clube chegou a mudar para Presidente Prudente e se chamar Grêmio Prudente.

Em 2011 um grupo de empresários trouxe o clube de volta ao município de origem, sem apoio da administração municipal, que durante o período de ascensão do clube construiu uma polêmica e moderna Arena. Como os críticos alertavam, o caro estádio se tornou um elefante branco que vive às moscas nos jogos do Barueri.

O time já havia passado pela humilhação de perder por W.O em uma partida na Série D do Brasileiro de 2014, devido a uma greve feita pelos atletas por causa de salários atrasados.
Tomara que surja uma luz no fim do túnel para o time da cidade vizinha, que não merece ter um saco de pancadas a representando.

Compartilhar

Comentários