Greve continua e trabalhadores querem reversão de demissões

0

Secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC fala a trabalhadores na Volks / Foto: Adonis Guerra
Secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC fala a trabalhadores na Volks / Foto: Adonis Guerra

publicidade

A greve na fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo entrou no décimo dia nesta quinta-feira, 15. Os trabalhadores querem reverter a demissão de 800 funcionários, anunciadas no final do ano passado.

“Demos um passo importante com a volta do diálogo entre o Sindicato e a Volks, resultado do nosso ato em defesa do emprego que ocupou a rodovia Anchieta na segunda-feira, com mais de 20 mil metalúrgicos”, avaliou o secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, o Wagnão.
Segundo Wagnão, apesar desta conquista, as negociações só avançarão para uma proposta depois das demissões serem revertidas. “Não podemos construir uma proposta que não contemple antes a reversão das 800 demissões”, disse.

publicidade

Nesta quinta, após assembleia, os trabalhadores em greve saíram em passeata pela fábrica para conversar com os funcionários que ainda não haviam aderido ao movimento. Os 800 demitidos foram informados por telegrama no fim de 2014, e avisados para não retornarem ao trabalho após o fim das férias coletivas.

publicidade
Comentários