“Jhonatan Galindo”: polícia faz alerta sobre Homem Pateta que incentiva crianças ao suicídio pela internet

0
Jhonatan Galindo: polícia faz alerta sobre Homem Pateta que incentiva crianças ao suicídio pela internet
Os conteúdos dos perfis do Homem Pateta na internet são comparados aos desafios da Baleia Azul e da Boneca Momo / Foto: reprodução

A Polícia Civil de Santa Catarina fez um alerta para pais de crianças e adolescentes sobre perfis em redes sociais com o nome ‘Jhonatan Galindo’. Conhecido também como Homem Pateta, o personagem estaria assustando e induzindo menores ao suicídio por meio de desafios.

Vestido e maquiado como um personagem da Disney, perfis de Jhonatan Galindo teriam objetivos semelhantes aos conteúdos de Baleia Azul e da Boneca Momo, que viralizaram na internet e trouxeram preocupação aos pais e autoridades.

Criado no México há três anos, o perfil que induz crianças a trocar mensagens se multiplicou até chegar ao Brasil. A polícia começou a investigar e monitorar esses perfis após o registro de um boletim de ocorrência em Santa Catarina.

Publicidade

“O personagem já era conhecido em países de língua espanhola e há alguns dias, passou-se a monitorar perfis de imitadores no Brasil, com vídeos e áudios traduzidos”, diz o delegado Ricardo Casagrande.

Em uma busca rápida na internet, é possível encontrar dezenas de páginas e perfis do Homem Pateta, como Jhonatan Galindo, Jonathan Galindo e outras, com variações da letra “h” no nome, mas todos com conteúdos semelhantes. Em uma página com mais de mil curtidas, há publicações pedindo WhatsApp e dezenas de comentários de crianças e adolescentes que chegaram a passar o número.

Neste mesmo perfil há ainda publicações de fotos e legendas inapropriadas para menores ou incentivando medo, como “Foto antiga. Drogas e sexo”, “Já viveu experiências paranormais?” e “Esta foto está amaldiçoada, envia-me um áudio a chorar como uma tartaruga se quiseres quebrar a maldição”.

“As pessoas que estiverem usando perfis imitadores desse perfil, que iniciou nos país de língua espanhola podem responder por todos os crimes que esse perfil estiver praticando”, explica o delegado.

A polícia catarinense alerta para que os pais estejam atentos e monitorem o conteúdo acessado por seus filhos na internet e orienta que façam boletim de ocorrência sobre eventuais casos relacionados ao Homem Pateta. Também é possível denunciar por meio do telefone 181, do Disque Denúncia.

Comentários