“Não vou viver de migalhas”, diz viúva de Gugu

0
rose miriam gugu
Rose Miriam di Matteo e Gugu Liberato

“Tenho esse direito, não vou viver de migalhas. Vou tirar meu sustento do que me pertence”. A frase é de Rose Miriam di Matteo, 56, viúva de Gugu Liberato, em entrevista à revista “Veja”, sobre a disputa na Justiça com a família do apresentador para ter direito à parte da herança dele, que tinha patrimônio estimado em R$ 1 bilhão.

publicidade

Gugu morreu em novembro, em um acidente doméstico nos Estados Unidos. No testamento, o apresentador destinou 75% da herança aos filhos (João Augusto, 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 16) e 25% para os cinco sobrinhos, além de assegurar à mãe, de 90 anos, uma espécie de pensão vitalícia de R$ 163 mil.

Rose Miriam alega que ficou de fora do testamento porque o documento foi feito em um período de crise do casal, em 2011, que foi superada.

publicidade

“Tive depressão e TOC naquele ano, fiquei internada. Se assinei algum papel no hospital, não dispunha de condições físicas. Agora, depois disso, eu e Gugu voltamos a ficar bem. Viemos para os Estados Unidos porque ele quis que nossos filhos fizessem high school por aqui”.

A família de Gugu alega que, além de ter ficado de fora do testamento, Rose Miriam não era casada com o apresentador. Ela rebate: “Éramos uma família, apenas não morávamos debaixo do mesmo teto. O conceito de união estável não define que é preciso morar juntos. A família dele não me quer como meeira. Mas tenho esse direito, não vou viver de migalhas. Vou tirar meu sustento do que me pertence”, declarou a viúva à “Veja”.

publicidade
+ “A família do Gugu é nojenta”, dispara jornalista sobre disputa com viúva

“Não sou retardada mental”

Rose Miriam di Matteo ainda define o testamento como “absurdo”. “No testamento, a irmã Aparecida [Liberato] consta como ‘curadora’ de seus filhos menores. Isso é um absurdo. Não sou retardada mental, cuido das minhas filhas. Como aceitar um testamento desses? Hoje não tenho acesso a nada. Tive de pedir dinheiro emprestado a uma amiga para fazer compras de mercado”.

Também em entrevista à “Veja”, a mãe de Gugu, Maria do Céu Liberato, de 90 anos, criticou Rose Miriam pela disputa judicial: “Nunca vou perdoar a Rose por ter mentido para mim, dizendo que iria fazer um retiro religioso enquanto largou meus netos sozinhos nos Estados Unidos para vir ao Brasil armar essa briga na Justiça”.

Família leu o testamento 1h30 após o enterro, segundo reportagem

Gugu deixou um patrimônio que inclui uma mansão avaliada em R$ 15 milhões em Alphaville; casa em Orlando, nos Estados Unidos, com cinco suítes, piscina e jardim amplo, avaliada em R$ 6,7 milhões; mansão “pé na areia” de R$ 7 milhões no Guarujá; e complexo de estúdios de TV de R$ 60 milhões, além de aplicações em bancos que somam R$ 190 milhões, entre outros.

De acordo com reportagem da “Veja”, uma hora e meia após o sepultamento, em 29 de novembro, os familiares se reuniram para ler o testamento. Esse ritual burocrático costuma acontecer após a missa de sétimo dia.

No documento, o apresentador destinou 75% da herança aos filhos (João Augusto, 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 16) e 25% para os cinco sobrinhos, além de assegurar à mãe, de 90 anos, uma espécie de pensão vitalícia de R$ 163 mil.

Comentários