Vôlei Osasco-Audax perde em casa na 1ª partida da final do Paulista

Vôlei Osasco-Audax perde em casa na 1ª partida da final do Paulista

0
Compartilhar
Foto: João Pires - Fotojump

Mesmo com todo o incentivo dos torcedores, que lotaram o Liberatti com quatro mil pessoas, e da luta em quadra, o Vôlei Osasco-Audax não conseguiu largar na frente das finais e acabou superado pelo Sesi Vôlei Bauru, na noite desta sexta-feira (2), por 3 sets a 2, parciais de 26/24, 25/22, 21/25, 17/25 e 17/15 em 2h35min.

Publicidade

Com o resultado, o adversário abre 1 a 0 na série e depende de uma vitória simples para levantar o título. Já a equipe de Osasco precisa de uma vitória dupla na segunda-feira (5), na casa do adversário, para conquistar o heptacampeonato. O objetivo é ganhar o segundo confronto da série final e levar a decisão para o Golden Set (até 25 pontos), que será disputado na sequência da rodada de segunda-feira, que terá transmissão do Sportv 2.

“O jogo foi diferente do que esperávamos nos dois primeiros sets. Depois conseguimos encaixar nosso jogo e aí o confronto ficou equilibrado como deve ser uma grande final. Bauru está com um grande time. Sabemos que podíamos ter imprimido um ritmo mais forte, mas agora não dá tempo de lamentar. É focar 100% da decisão de segunda-feira. Temos condições de buscar o resultado na casa delas e vamos buscar”, analisou a ponteira. “Cometemos muitos erros bobos, que nos custaram a vitória. Precisamos corrigir e trabalhar muito o sistema bloqueio e defesa”, completou.

Além de todo o clima da decisão, os fãs de Osasco viveram fortes emoções diante do reencontro com Destinee Hooker, que chegou ao Brasil na quarta-feira (31) e acompanhou a partida no José Liberatti. A atleta retorna ao clube seis anos após a vitoriosa passagem pelo clube e que culminou no título da Superliga 2011/12. Ela chega para manter alta a potência ofensiva de um dos mais tradicionais times do mundo. “Estou muito feliz por voltar a Osasco e receber o carinho dessa torcida no ginásio é muito bom”, disse.

O jogo

Publicidade

Com o Liberatti lotado, o Vôlei Osasco foi para cima do Sesi Bauru. Mari Paraíba, na largadinha, fez 10/9. Na sequência, emendou um ace. O jogo seguiu equilibrado, mas com bom volume de jogo, as donas da casa abriram três pontos no 20/17. Porém, o adversário se aproveitou de erros das donas da casa e viraram no 22/21. Na raça, Leyva empatou no 23/23. Mas, nos detalhes, deu Bauru na parcial inicial por 26/24.

Com dois bloqueios seguidos de Walewska, o Vôlei Osasco fez 5/3 no início do segundo set. A central também engatou uma dobradinha no saque e, com dois aces, fez 10/5 para as donas da casa. Porém, como na parcial inicial, as visitantes conseguiram encostar e a diferença caiu para um ponto no 14/13. Na sequência veio o empate e a virada. Quando o adversário fez 17/14, Luizomar pediu tempo. O time respondeu e deixou tudo igual no 18/18. E apesar do equilíbrio total na reta final da parcial, o time bauruense soube aproveitar melhor as chances para fechar em 25/22.

O terceiro set não começou bem para o Vôlei Osasco. Quando Bauru fez 5/2, Luizomar parou o jogo para orientar sua equipe. Novamente o time respondeu com raça e vibração, sempre contando com o apoio da torcida. E encostou no placar, porém, Bauru conseguiu desgarrar de novo no 15/10. Assim, o time saiu de novo ‘à caça’ do rival. Com Paula Pequeno em quadra, baixou a diferença para um ponto (17/16). E empatou no 18/18 após bloqueio de Mari. Paula Pequeno garantiu o 20/20 e o 21/21. Walewska, no bloqueio, virou no 22/21. Com a vibração das arquibancadas, chegou ao 24/21 com Lorenne e fechou em 25/21 com um bloqueio de Paula.

O quarto set começou equilibrado. Osasco abriu três pontos (8/5) quando Lorenne desceu o braço na saída de rede. Claudinha, com um ace, marcou 12/7. Mas a partida era dura, com alternativas para os dois lados. Mais concentradas, as donas da casa seguraram a ponta do placar. Lorenne fez 15/13 e Walewska, no bloqueio, garantiu o 16/13. Paula, com outro saque matador, fez 19/14. No embalo da torcida, que cantava sem parar, a equipe de Luizomar garantiu a vitória por 25/17 e empatou a partida em 2 sets a 2, levando a decisão para o tie break.

Publicidade

O quinto e decisivo set foi tenso e disputado na primeira metade, até Paula Pequeno e Lorenne garantirem dois pontos seguidos para, com 8/6 no marcador, as donas da casa trocarem de lado na quadra em vantagem. Porém, o time de Bauru conseguiu a virada na sequência e fez 9/8, obrigando Luizomar a pedir tempo. A partir daí, a tônica da parcial foi no esquema ‘lá e cá’. No 13/13, Luizomar pediu tempo. Foi um teste para cardíaco e seguiu igual até o 15/15, quando Bauru conseguiu dois pontos para fechar em 17/15.

O Vôlei Osasco-Audax jogou com Claudinha (4), Lorenne (19), Walewska (11), Nati Martins (14), Mari Paraíba (17), Angela Leyva (8) e a líbero Camila Brait. Entraram: Paula Pequeno (11), Vivi, Domingas. Técnico: Luizomar de Moura.

O Sesi Bauru jogou com Fabíola (2), Valentina (27), Valquíria (21), Saraelen (11), Vanessa (2), Palácio (5) e a líbero Tássia. Entraram: Arlene (1), Tifanny (2), Gabi Candido (2), Edinara (7) e Naiane, Andressa (3). Técnico: Anderson Rodrigues.

Campeonato Paulista 2018 – Final:
2/11 – Vôlei Osasco-Audax 2 x 3 Sesi Vôlei Bauru – Ginásio José Liberatti 
5/11 – 19h15 – Sesi Vôlei Bauru x Vôlei Osasco-Audax – Ginásio Panela de Pressão (Sportv 2)
5/11 – Golden Set – Sesi Vôlei Bauru x Vôlei Osasco-Audax – Ginásio Panela de Pressão (se necessário)

Compartilhar

Comentários