Desemprego em maio fica estável

0

Em relação ao ano passado, taxa caiu 1,2% em São Paulo / Foto: Eduardo Metroviche
Em relação ao ano passado, taxa caiu 1,2% em São Paulo / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Em razão da greve dos funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que já dura um mês, a Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada nesta quinta-feira, 26, traz os dados referentes a apenas quatro das seis regiões metropolitanas envolvidas na pesquisa. Na comparação com o mês imediatamente anterior, a taxa de desemprego, em maio, ficou estável no Recife, em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Em relação a maio de 2013, a taxa declinou 1,8 ponto percentual no Rio de Janeiro e 1,2 ponto percentual em São Paulo. No Recife e em Belo Horizonte, o cenário mostrou estabilidade também nesta base de comparação. A pesquisa indica que o número de desocupados, em maio de 2014, manteve-se estável nessas regiões na comparação com abril. Porém, em relação a maio de 2013, o índice caiu 34,8% na região metropolitana do Rio de Janeiro, 21,7% em São Paulo e manteve a estabilidade no Recife e em Belo Horizonte.

publicidade

A pesquisa constata ainda que, em maio deste ano, a população ocupada com carteira assinada no setor privado permaneceu estável nas quatro regiões, na comparação com abril. No confronto com maio de 2013, a região metropolitana de São Paulo apresentou aumento de 3,7%.
Do ponto de vista do rendimento médio real, de abril para maio deste ano, o percentual caiu nas regiões metropolitanas do Recife (-1,1%) e de Belo Horizonte (-1,4%), subiu na região metropolitana do Rio de Janeiro (2,9%) e manteve estabilidade em São Paulo. Na comparação com maio de 2013, o rendimento médio real subiu no Recife (8,4%), Rio de Janeiro (7,4%) e em São Paulo (1,7%) e caiu 1,6% em Belo Horizonte. (Da Agência Brasil)

publicidade
Comentários