Metalúrgicos recebem homenagem em sessão solene na Alesp

Metalúrgicos recebem homenagem em sessão solene na Alesp

0
Compartilhar
Presidente do Sindicato discursa em sessão no plenário da Assembleia Legislativa / Eduardo Metroviche

Presidente do Sindicato discursa em sessão no plenário da Assembleia Legislativa / Eduardo Metroviche
Presidente do Sindicato discursa em sessão no plenário da Assembleia Legislativa / Eduardo Metroviche

Auris Sousa

O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região recebeu na segunda-feira, 18, uma homenagem em sessão solene na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) pelo trabalho efetuado nos 50 anos da entidade. A ação foi uma iniciativa do deputado estadual Marcos Martins (PT).

Publicidade

Diante do plenário repleto de metalúrgicos de Osasco e região, o deputado Marcos Martins justificou a homenagem como um reconhecimento a trajetória de luta da entidade, especialmente pela democracia. “Se hoje temos uma Assembleia Legislativa ou uma Câmara dos Deputados é porque tivemos lutas como a deste Sindicato”, afirmou referindo-se a momentos como a Greve de 1968, primeiro movimento de trabalhadores contra a ditadura brasileira.

Para o presidente do Sindicato, Jorge Nazareno, a sessão solene foi mais que uma comemoração. “É um momento de nos revigorar, ao olhar para nossa história, é importante para pensar a sociedade que queremos”, afirmou.
O vice-prefeito de Osasco, Valmir Prascidelli, classificou a homenagem como “mais do que justa”, dado o pioneirismo da entidade em ações pela saúde e segurança, na Associação Eremim, Espaço da Cidadania e outras.
Já a secretária do Trabalho e Inclusão de Osasco, Mônica Veloso, considerou o dia “memorável, pois se homenageia um sindicato amplo, que contribui para implantação de políticas públicas”. Ela também elogiou a gestão do presidente Jorge Nazareno. “É um sindicato de portas abertas para todos”, asseverou Veloso.

Outros participantes e parlamentares também elogiaram a iniciativa do deputado Marcos Martins e as ações desenvolvidas pelo Sindicato. Entre eles Cláudio Magrão, presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado, o deputado federal Paulinho Pereira (SDD-SP); presidente da Força Sindical e da CNTM (Confederação Nacional dos Metalúrgicos), Miguel Torres; e o presidente do Dieese, Antonio de Souza.

Compartilhar

Comentários