Polícia investiga conduta de Pyong no BBB20

0
pyong assedio sexual
Bêbado, o “brother” tentou beijar Marcela, que o rejeitou, e teria apalpado o bumbum de Flayslane / Fotos: reprodução

De acordo com a Delegacia da Mulher de Jacarepaguá, foi aberto um boletim de ocorrência para apurar suposto assédio sexual do hipnólogo Pyong Lee durante festa no último sábado (9), no BBB20.

Bêbado, o “brother”, morador de Alphaville, tentou beijar Marcela, que o rejeitou: “Pyong! Para! Tá doido?! O que é isso?”. Depois, Pyong apalpou o bumbum de Flayslane, sem consentimento dela.

No domingo, a produção do BBB20 advertiu Pyong Lee pelo comportamento na festa. “Ontem, na festa, seu comportamento causou preocupação. Você foi inconveniente com as meninas da casa. Isso aqui é uma advertência para que esse tipo de comportamento não se repita”, foi a mensagem transmitida ao “brother” no confessionário. Por conta da repercussão, o caso será investigado, informou a Polícia Civil.

Publicidade

É o segundo do tipo caso sob investigação pela Polícia Civil. O ginasta Petrix Barbosa, que já foi eliminado, foi convocado a prestar esclarecimentos após colocar as mãos nos seios de Boca Rosa enquanto ela estava bêbada e esfregar as partes íntimas em Flayslane em outra ocasião.

Comentários