Trabalhadores fazem passeata

0

Manifestação saiu do Rochdale em direção ao Centro / Foto: JoicyCostim
Manifestação saiu do Rochdale em direção ao Centro / Foto: JoicyCostim

publicidade

Trabalhadores ligados a diversos sindicatos e também ao Movimento dos Sem-Teto (MTST) participaram dia 29, em Osasco, de uma passeata no Dia Nacional de Lutas, que aconteceu em todo o país. Entre as faixas e discursos, as principais pautas eram contra o PL 4330, da terceirização, e as Medidas Provisórias 664 e 665, que restringem o acesso a benefícios trabalhistas.
A manifestação partiu do Rochdale, teve ato no Largo de Osasco, e foi até à Caixa Econômica Federal, na avenida dos Autonomistas. Lá foi reforçada outra reivindicação da passeata: o início da terceira fase do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.
“Este ato é contra as medidas que estão trazendo prejuízos à população e contra a terceirização na atividade-fim, que também traz grandes prejuízos aos trabalhadores. Queremos a regulamentação para os terceirizados, mas sem prejuízo aos demais trabalhadores”, disse Jorge Nazareno, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, em discurso no Largo.
O deputado estadual Marcos Martins (PT) e o vereador Alex da Academia (PDT) participaram do ato.

publicidade
Comentários