Enfim, novas mentes

0

Marcelo Oliveira, campeão ano passado, foi apresentado no Verdão / Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Marcelo Oliveira, campeão ano passado, foi apresentado no Verdão / Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

publicidade

O carrossel vai chegando ao fim. Muricy, Felipão, Leão, Celso Roth e cia., aos poucos, vão dando espaço às novas caras – e mentes – no futebol brasileiro. Aleluia!
O Palmeiras apresentou esta semana Marcelo Oliveira, que já mostrou sua competência conquistando o bi brasileiro com o Cruzeiro. O colombiano Osorio tem agradado no Tricolor. Com Tite, que foi estudar e se atualizar na Europa, apesar da crise financeira, o Corinthians está no G4 do Brasileiro. O Santos foi campeão estadual com Marcelo Oliveira.
O Inter, com o uruguaio Diego Aguirre, é o único brasileiro vivo na Libertadores. Doriva tem sido elogiado apesar da má fase do Vasco.
Que a nova geração de treinadores no Brasil tenha a mente mais aberta. Que pesquisem, se atualizem, busquem inovar. Ou alguém discorda da avaliação do treinador de Honduras, Jorge Luis Pinto, que levou a Costa Rica às quartas de final da Copa, de que os técnicos brasileiros “precisam melhorar muito os conceitos táticos”?

publicidade
Comentários